E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

terça-feira, 17 de abril de 2012

Disputar a política para fazê-la avançar

Por Eduardo Braga

O que fazer com Chapadinha?



"Como é meu desejo escrever coisa útil para os que tiverem interesse, mais conveniente me pareceu buscar a verdade pelo fito das coisas, do que por aquilo que delas se venha supor"

(Maquiavel, em "O Príncipe")



O texto "A disputa política (em Chapadinha)", mesmo sendo mais conceitual do que opinativo, causou tanta polêmica que me instigou a aprofundar o debate. A maioria das polêmicas, diga-se, não está no texto, mas nas interpretações que cada um deu ao que escrevi. 

Defesa de alianças políticas foi entendido como apologia à corrupção. Questionamento sobre a falta de projetos políticos para o nosso município por parte de todos os pré-candidatos a prefeitos foi entendido como acomodação. A afirmação de que hoje não há condições objetivas para vencer a eleição majoritária municipal sem o apoio de pelo menos uma das duas maiores lideranças políticas do município  foi entendido como defesa de que está tudo bom demais. 

Porém, de todas as polêmicas, uma é verdadeira. Como afirmou o Dr. Ernani Maia, o texto é maquiavélico. Assim como Nicolas Maquiavel, na sua principal obra, "O Príncipe", não escrevi sobre como as coisas deveriam acontecer, mas como eles acontecem. 

Maquiavelicamente, meu texto expõe verdades que, mesmo incômodas, não deixam de serem verdades. Não negarei o óbvio, meus caros. Os agentes da disputa política podem se esgoelar com seus discursos indignados, com falso moralismo, com suas mais simples obrigações sendo expostas como grandes méritos ou tentando se mostrar como diferente de "tudo isso que está aí" (discurso que garantiu a eleição de Collor de 89), mas por trás de tudo isso o que há é a mesma disputa de poder de sempre. O que questiono, tautologicamente, é: o que se pretende fazer com este poder.

Chapadinha é a cidade pólo do Baixo Parnaíba, região que concentra a maior quantidade de pobres no Maranhão, estado com o maior índice de miséria no desigual Brasil. Nossos desafios são de tal ordem que será necessário mais do que asfalto ou discurso moralista para vencê-los.

Além dos desafios, temos potencialidades que saltam aos olhos. Nossa imensa zona rural pode fazer de nós referência em produção agrícola, os investimentos da Suzano gerarão capacitação, emprego e renda no município, podemos nos transformar num polo educacional (temos um campus da UFMA, faculdades particulares como a FAP, futuramente IFET e Senai), podemos inserir nossa região na rota turística com a construção das estradas para Barreirinhas e Aldeias Altas.

Enquanto isso a eleição se aproxima com candidatos discutindo questões pessoais, propriedades de suas famílias, acusações vazias e absolutamente nenhuma proposta concreta.


Mobilizemo-nos 

O filósofo Jean Paul Sartre, na sua mais conhecida frase diz: "Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz como aquilo que fizeram com você". Ou seja, não somos apenas sujeitos passivos, mas, necessariamente, ativos no processo político. Assim, reafirmo, não existe "classe política". A política é de todos nós, queiramos ou não.

Já no artigo 1º da Constituição está dito: "O poder emana do povo". E quando o povo se dá conta disso e se mobiliza para que os seus direitos sejam respeitados, não há poder econômico ou truculência que o segure. Mas quando se dá mais atenção à novela das 8 ou à rodada do campeonato de futebol do que aos acontecimentos públicos, o poder se concentra nas mãos de poucos, aqueles que convencionou-se chamar de classe política e que não passam de uma minoria que mantêm em suas mãos, emprestado, o poder que é de todos.

O maior desafio que temos, portanto, não é escolher entre os que sempre governaram, mas conscientizar o povo e nos mobilizar para fazermos as mudanças necessárias.


"O problema de quem não gosta de política, é que é sempre governado por quem gosta"

(Lula)

Chapadinhense e ex-dançarina da Banda Acordes e Banda Sisne mostra corpo em boa forma.


A Ex-Dançarina da Banda Cisne e Banda Acordes, Luciana Nunes, Esbanja, Beleza e Sensualidade.
Luciana é uma Chapadinhense que já participou de vários grupos de danças em Chapadinha e foi dançarina anos atrás de bandas de renome em todo Maranhão.

Estas fotos  mostra que as Chapadinhenses tem muita Beleza e sensualidade.

Luciana contou para nosso Blog que pratica Muay-Thay, Academia, mantém uma boa alimentação e Exercicio Físico, essa é a fórmula para manter o corpo perfeito.

Luciana trabalha em um posto de Conbustível de Chapadinha e mora no Bairro São José com a familia

PSC lança pré-candidaturas e garante apoio a Danúbia Carneiro


Em encontro que aconteceu na última sexta-feira, 13, na residência da prefeita do município, Danúbia Carneiro, o Partido Social Cristão (PSC) reuniu vários militantes para o lançamento oficial das pré-candidaturas ao cargo de vereador do município, nas eleições que se aproximam.

A reunião contou ainda com a presença do secretário Chefe da Casa Civil do governo do Estado, Luis Fernando Silva e do deputado Federal Costa Ferreira, presidente estadual da legenda.

O PSC que apresentou como principal pré-candidato a vereador do partido, o Chapadinhense Irineu Nunes, ex-secretário de infraestrutura rural do município, reafirmou unanimemente o apoio à reeleição de Danúbia Carneiro (PR).

O chefe da Casa Civil, Luis Fernando, fez questão de destacar a importância do momento para a política local, mencionando que são esses encontros que fortalecem as legendas, principalmente se tratando do PSC que cresce de maneira vertiginosa em todo o país, principalmente por seu sério e competente trabalho, bem como a integridade dos políticos que os representa.

Luis Fernando aproveitou ainda para destacar os recentes investimentos do governo do estado para desenvolver o Maranhão, citando um Plano de Inclusão Rural que disponibilizará 500 milhões de reais para desenvolvimento da agricultura.

O presidente estadual da legenda, deputado Federal Costa Ferreira, ratificou o apoio ao atual governo, parabenizando Danúbia pela iniciativa de está reunida e ouvindo os militantes do partido, no que para ele é fundamental para o bom exercício da política.

Em entrevista ele parabenizou os militantes do PSC no município, em especial os aniversariantes, que receberam presentes e homenagens, e comentou a importância do lançamento das pré-candidaturas, que com o aval dos demais militantes colocaram seus nomes a disposição da população de Chapadinha nas eleições que se aproximam.

Costa Ferreira foi firme em dizer que a luta do PSC não se resume apenas aos cristãos, mas sim a toda a população Brasileira que carece de uma política séria, voltada as reais necessidades do povo.

Veja mais fotos:

Prefeitura de Chapadinha inicia as pré-inscrições para o programa Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã



Jovens de 18 a 29 anos que estejam cursando ou concluindo o Ensino Fundamental ou Médio poderão fazer suas pré-inscrições nos dias 17 a 21 de abril, pela manhã da 08:00hs às 12:00hs e a tarde das 14:00 às 18:00hs no auditório da Prefeitura. Tragam seus documentos originais e Xerox da CARTEIRA DE IDENTIDADE, CPF, CARTEIRA DE TRABALHO, PIS/NIS, TÍTULO DE ELEITOR, COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA, COMPROVANTE DE ESCOLARIDADE.

O Programa proporciona cursos de capacitação nas áreas de ADMINISTRAÇÃO, CONSTRUÇÃO E REPAROS, TURISMO E HOSPITALIDADE, SERVIÇOS PESSOAIS, e ainda um auxílio de R$ 100,00 (cem reais) aos jovens. Não Percam essa oportunidade.

Urgente !Morre o Jovem que Sofreu Explosão na Oficina em Chapadinha


Francisco Lopes dos Santos, de 23 anos, mais conhecido como Júnior, morreu na madrugada de hoje 17 em um Hospital de São Luis.

O seu Corpo ainda está na capital mas será removido para Chapadinha logo mais e será velado em sua residência na Rua Gustavo Barbosa. na casa do amigo Mourinha.

Veja como aconteceu o acidente segundo a amigo Willian Fernandes.
O acidente ocorreu às 17h, na Metalúrgica Brasil, na Rua Gustavo Barbosa. Segundo informações ainda não confirmadas, Junior tentava perfurar um tonel vazio, que antes era ocupado por um produto químico (provavelmente solvente), quando houve uma grande explosão, que pode ouvida a kilômetros de distância.

Júnior foi atingido em cheio no rosto, sofrendo afundamento craniano e profundos cortes no rosto. Ele foi arremessado contra um freezer e uma máquina de solda, dentro da oficina. Outro homem que, segundo informações,  também trabalha na oficina, foi atingido pela explosão em um dos braços e teve a camisa rasgada, mas o ferimento não  foi grave.


https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl