E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

domingo, 22 de fevereiro de 2015

TV/ Online! Blog do Foguinho mostra a alegria dos foliões e entrevistas na última noite de carnaval em Mata Roma e Anapurus.

Equipe de gravação e filmagem do carnaval 2015.
O blog do Foguinho esteve registrado os melhores momentos do carnaval 2015 de Mata Roma e Anapurus. A nossa equipe registrou a alegria dos foliões que encerraram a última noite com o desfile dos blocos.

Veja os vídeos da TV/Online com as entrevistas da Prefeita Carmem Neto, Paulo Neto e Araújo Diniz (Mata Roma) e as entrevistas com a Prefeita Tina Monteles, Julio César e Anastácio ( Anapurus).


Clique e veja os melhores momentos da TV/Online.

Filmagem e edição: Itenir Lima.


Anapurus.




Mata Roma


Empresário reclama das péssimas qualidades no fornecimento de energia em Chapadinha.


O empresário chapadinhense Aldrin Nilo entrou em contato com o blog do Foguinho para reclamar dos péssimos serviços oferecidos pela CEMAR, em sua loja ( Torneadora Mangueira).

Aldrin disse que já reclamou diversas vezes a Central de Atendimento da CEMAR e que os técnicos já foram até o local com a promessa de concertar o problema da queda de energia, mas até o momento nada foi resolvido e fica a indignação em pagar  por um serviço que não é prestado com qualidade, sem falar no alto preço da energia e a iluminação pública que é pago.


O empresário pretende levar o caso á justiça, caso não seja resolvido.


Hildo Rocha defende refinaria e prega prorrogação de mandatos de prefeitos e vereadores

Hildo Rocha durante a entrevista concedida a este blogueiro
Em entrevista a este blogueiro,  no programa Notícias da Capital, na Rádio Capital, nesta sexta-feira (20) o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) voltou a defender a viabilidade econômica da Refinaria Premium I, de Bacabeira, e afirmou que a prorrogação dos mandatos dos atuais prefeitos e vereadores é a melhor alternativa para se unificar as eleições a partir de 2018. “”Uma das premissas das eleições gerais (eleição no mesmo dia de vereador a presidente da republica) é diminuir os gastos bilionários com as eleições, que oneram os cofres públicos. Entendo que a prorrogação dos atuais mandatos é a forma mais lógica de se atingir essa proposição, é melhor para o Brasil””, argumentou.
Hildo Rocha explicou que a tese defendida pela maioria dos partidos, para que haja coincidência de eleições gerais em 2018, é que a eleição de prefeitos e vereadores, em 2016 seja para um mandato “tampão” de apenas dois anos. Mas, o parlamentar discorda dessa tese. Ele argumentou que a nação seria forçada a bancar uma eleição caríssima para um mandato de apenas dois anos, que impossibilita pela escassez de tempo uma boa gestão.
Hildo Rocha reforçou a defesa lembrando que o país já vivenciou um caso semelhante que se mostrou ineficaz. “Em 1985 Gardênia Ribeiro foi eleita prefeita de São Luis para um mandato de três anos e não foi bem-sucedida justamente pelo pouco tempo que teve para poder desempenhar um bom trabalho”, argumentou.
Hildo Rocha disse que as Políticas Publicas quando elaboradas, nas três esferas administrativas (União,Estados e Municípios), com os mesmos objetivos e executadas ao mesmo tempo o resultado é formidável, mas por causa da não coincidência do início dos mandatos presidenciais, estaduais e municipais, o planejamento econômico e social fica desassociado, trazendo prejuízos incalculáveis ao povo brasileiro.Atualmente os Planos Plurianuais da União, dos Estados e dos Municípios são efetuados em períodos diferentes. Isso dificulta e acaba tornando o planejamento governamental ineficiente. Por isso, o ideal é prorrogar os atuais mandatos de prefeitos e vereadores para 2018 e neste ano realizaremos eleições gerais. O futuro vai mostrar que eu estou certo”, afirmou.
Voto facultativo
O parlamentar mostrou-se favorável ao fim da obrigatoriedade do voto. Segundo Hildo Rocha, com o fim do voto obrigatório apenas os eleitores conscientes, aqueles que realmente sabem em quem votar, irão às urnas. Muitas pessoas que não tem preferência por nenhum candidato, mas como é obrigado a votar quer levar vantagem financeira. Para mim o voto é um direito e não um dever. O estado não pode tutelar o cidadão o obrigando a votar. Em todas as democracias avançadas o voto é facultativo”, argumentou.
Refinaria de Bacabeira
A continuidade da instalação da Refinaria Premium I de Bacabeira ocupou a maior parte do tempo da entrevista. Hildo Rocha foi enfático ao afirmar que O Maranhão possui infraestrutura adequada para receber o empreendimento. “O Maranhão é o único Estado do Nordeste que possui três ferrovias – Transnordestina, Carajás e Norte-Sul. Mais de 90% dos municípios maranhenses estão interligados por estradas asfaltadas de boa qualidade, o porto do Itaqui e temos um dos melhores do mundo”, declarou.
Rocha ressaltou que a construção das quatro refinarias, previstas no plano de expansão da Petrobras, tornará o Brasil autossuficiente no refino de petróleo. O adiamento ou cancelamento das obras continuará provocando impactos negativos na balança comercial. “O Maranhão possui localização geográfica estratégica. O parque de refino está concentrado no Sul e Sudeste que abriga 82% da capacidade produtiva instalada, mas os estados do Norte, Centro Oeste e Nordeste consomem 40% de todo diesel vendido no Brasil”, asseverou o parlamentar.
Crimes contra a honra
Hildo Rocha falou sobre o Projeto de Lei-363/2015, de sua autoria, que tem como objetivo resguardar a honra das pessoas contra crimes praticados nas redes sociais. O projeto em tramitação acrescenta o inciso V ao Art. 141 do Código Penal. “O PL-363 não proíbe nada, não prevê nenhum tipo de cerceamento da liberdade de expressão. A proposta estabelece o endurecimento das penalidades previstas no Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940, aqueles que cometem crimes”, esclareceu.
O parlamentar disse que cada cidadão ou cidadã tem o direito, tem a liberdade de fazer tudo que é permitido dentro dos limites da lei. Mas, aqueles que cometem excessos, que transgridem as normas de convivência, devem estar preparados para responder pelos atos praticados e se submeter às penalidades estabelecidas.

Existem pessoas que usam as redes sociais de forma perversa, irresponsável. Acabam com a reputação das pessoas com um clic no mouse”. Isso é crime e deve ser punido com rigor e a sociedade brasileira clama por isso. Recebi em apenas um dia no meu e-mail mais de três mil mensagens de felicitações pela iniciativa”, afirmou Hildo Rocha.
https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl