E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Vereador Eduardo Sá Emite Nota Sobre Fotos Vazadas


A respeito de fotos íntimas vazadas na imprensa, venho a público me manifestar conforme segue:

1 – Lamento profundamente que a impensada atitude do passado, do registro de um momento íntimo, tenha me mostrado um erro de forma tão dura e implacável para minha família;

2 – As imagens hora levianamente divulgadas fazem parte de um momento da minha vida que só não pretendo esquecê-lo para não mais repeti-lo. O fato aconteceu em 2006 e os arquivos estavam em um celular que foi perdido meses depois, o que por certo possibilitou o vazamento;  

3 – Ainda que não tenha sido minha intensão divulgar algo que somente diz respeito a mim e a minha parceira a época, peço desculpas a todos a quem possa involuntariamente ter ofendido ou chocado;

4 – Deploro a exploração por adversários políticos que sempre colocam o ódio que cultivam por mim acima da minha condição de ser humano, de cristão e de pai de família. Reafirmo, contudo, não me permitir abalar e que manterei o meu mandato com toda dignidade;

5 – Às pessoas que repudiaram a divulgação e solidarizaram-se comigo, deixo meu agradecimento de coração. Reitero, por fim, que assim como busquei em Deus inspiração e força pra mudar a minha vida, recorro a ele para superar mais este momento difícil.   


Vereador Eduardo Sá 

PM em Ação - Policia Militar de Anapurus recupera mais um veículo roubado

Por Ravel Reis

A Policia Militar de Anapurus conseguiu recuperar mais um veículo roubado.  Esse é o segundo caso em menos de 24 horas.



Uma denúncia anônima levou o Sargento Naiton juntamente com a PM até o povoado Água Rica, município de Anapurus, onde desta vez, uma FAN 125 vermelha que estava circulando foi apreendida. A motocicleta é de Timon-MA.


Nos últimos dias, a PM de Anapurus tem realizado diversas apreensões de veículos roubados, armas de fogo e drogas em todo município. Isso mostra o desempenho e o bom serviço prestado pela polícia na cidade.


Juiz do Piauí determina a suspensão do Whatsapp em todo o Brasil

O juiz da Central de Inquérito da Comarca de Teresina Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Moura Correia, determinou que todas as companhias de telefonia suspendam temporariamente até o cumprimento da ordem judicial o Whatsapp em todo o país. Ele informou que o motivo da suspensão do Whatsapp em todo mo Brasil não pode ser explicado porque a ação tramita em segredo de Justiça.

A Secretaria Estadual de Segurança do Piauí informou que a suspensão do Whatsapp em todo o Brasil foi requerida pela recusa da rede social em não retirar de circulação imagens de crianças e adolescentes expostas sexualmente, objeto de uma investigação feita em inquérito aberto em Teresina pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente da capital piauiense.
O Whatsapp não teria cumprido a solicitação de retirada das imagens em circulação e foi solicitada à Justiça a sua suspensão em todo o país. As empresas de telefonia foram comunicada da decisão do juiz Luiz Moura Correia em 19 de fevereiro por meio de um ofício do delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer, do Núcleo de Inteligência da
Secretaria de Segurança Pública do Piauí.

O prazo para a suspensão é de 24 horas e atinge os domínios whatsapp.net e whatsapp.com.

"Suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial , em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados", determina o juiz Luiz Moura Correia.

O juiz Luiz Moura Correia diz, em sua sentença, que a empresa de telefonia deve garantir a suspensão do tráfego de informações de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores da aplicação de trocada de mensagens multiplataforma denominada Whatsapp, em que pelo menos um desses atos ocorra em território nacional. As companhia de telefonia ingressam com recurso na Justiça para cassar a decisão tomada pelo juiz Luiz Moura Correia em 11 de fevereiro, de cumpri-la. Éverton Ferreira de Almeida Férrer disse que se reuniu com os representantes das companhias de telefonia e a decisão do juiz Luiz Moura Correia será cumprida em todo o Brasil.

Em nota aos veículos de comunicação, os delegados Alesandro Barreto Gonçalves, Éverton Ferreira de Almeida Férrer e Daniell Pires Ferreira, do Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança do Piauí, informaram que no dia 11 de fevereiro foi expedido, pelo juiz da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, Luiz Moura Correia, uma ordem judicial ordenando a suspensão do aplicativo WhatsApp em todo o território nacional.

“A ordem judicial foi expedida em virtude de anterior descumprimento, por parte do provedor de aplicação de internet WhatsApp, de outras determinações de caráter sigiloso. Temos que esclarecer. também, que os processos judiciais que originaram as referidas decisões tiveram início desde o ano de 2013, mas até a presente data os responsáveis pelo Whatsapp não acataram as ordens judiciais. O mandado judicial foi encaminhado aos provedores de infraestrutura(Backbones) e aos provedores de conexão (operadoras de telefonia móvel) entre outras. Por fim, cabe esclarecer que todas as representações e decisões judiciais acima mencionadas foram tomadas com base na Lei que instituiu e disciplinou o Marco Civil da Internet”, afirmaram os delegados.
Fonte: Meio Norte.com

Hildo Rocha solicita melhorias das rodovias federais do Maranhão.


Em discurso no Plenário da Câmara dos Deputados terça–feira (23), o deputado federal Hildo Rocha cobrou providências, em caráter de urgência, ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DENIT) em relação às rodovias federais do Estado do Maranhão e ressaltou a precariedade da fiscalização por parte da Polícia Rodoviária Federal.
“As nossas rodovias federais estão, quase todas, uma lástima”, declarou. Hildo Rocha disse que em alguns trechos o perigo decorre da grande quantidade de animais nas pistas, alegou que existem quebra-molas (lombadas) em excesso, e que existem trechos nos quais as obras de recuperação, efetuadas em 2014, foram mal executadas deixando imperfeições que colocam em risco a vida das pessoas que trafegam pelas rodovias federais no Maranhão.
O deputado tem audiência agendada, nesta semana, com o Diretor – Presidente do DENIT para solicitar providências para questões apontadas.

Assista

https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl