E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Hildo Rocha apoia reivindicações dos prefeitos e cobra do governo pagamento de convênios


Durante encontro dos prefeitos com a bancada federal maranhense, nesta quarta-feira (27) em Brasília, o deputado Hildo Rocha voltou a manifestar apoio à pauta de reivindicações da XVII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios e cobrou do governo do Maranhão a liberação de recursos de convênios firmados ainda durante a gestão da ex-governadora Roseana Sarney.
O deputado explicou que os recursos para quitação dos convênios existem. “R$ 2 bilhões estão disponíveis no BNDES. O governo anterior ficou impedido de realizar os repasses financeiros em razão de ação impetrada, na Justiça Federal, pelos deputados estaduais Othelino Neto, Bira do Pindaré, Rubens Júnior e Marcelo Tavares”, esclareceu.
Hildo Rocha enfatizou que o governo Roseana Sarney conseguiu uma liminar na para liberar os recursos, mas os parlamentares insistiram em brecar a operação e entraram com uma segunda ação impedindo o BNDES de transferir os valores.
O vice-governador Carlos Brandão, que participou do encontro representando o governo do Maranhão, disse que existem outras prioridades para o atual governo, mas que o estado irá honrar os pagamentos dos convênios.
O Prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia, disse não suportar mais a cobrança das empresas que realizaram as obras. “Recebo cobrança em casa e na prefeitura todos os dias. O compromisso é do estado com os municípios e deve ser cumprido”, desabafou.
XVIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios foi encerrada ontem com a leitura e aprovação da carta que apresenta as nove principais reivindicações municipalistas deste ano. Os parlamentares assumiram o compromisso com a pauta legislativa dos Municípios composta por 17 iniciativas, em especial com o novo ISS, mecanismo de reajuste dos programas federais, o FPM anticíclico e a vedação de se criar despesas sem a fonte de recursos.

Precariedade de Estádio e Falta de Presidente Dificultam Volta do Galo da Chapada

Proposta de Nova Equipagem do Galo

Depois da euforia inicial, duas coisas têm dificultado a volta do Chapadinha Esporte Clube ao futebol maranhense: as condições precárias do Estádio Lucídio Frazão e a falta de alguém que assuma a presidência do clube.

Do jeito que se encontra o Estádio Lucídio Frazão não tem condições de receber jogos oficiais porque não passaria nas vistorias da Federação Maranhense e do Corpo de Bombeiros. Uma comissão chegou a procurar a prefeita Belezinha que teria dito só ter condições de iniciar reforma na praça esportiva municipal em meados do ano que vem. A opção de o Galo da Chapada disputar partidas pela série B estadual em municípios vizinhos foi considerada inviável pela comissão que tenta reativar o time chapadinhense. Veja abaixo o vídeo que traz as condições do Lucídio Frazão. 

Precariedade do Estádio


Além da falta de local para disputar os jogos, o Galo também tem dificuldade para efetivar um presidente. A comissão convidou diversos empresários e personalidades que recusaram o cargo temendo implicação em débitos, multas e dívidas trabalhistas envolvendo o clube.

Diante das dificuldades os deputados Levi Pontes / SD e Paulo Neto / PSDC reafirmaram disposição para ajudar o Galo, incluindo busca de patrocínio, ajuda do governo estadual e colocação de emendas parlamentares para a reforma do Estádio.


A Comissão Dirigente do Galo continua dialogando com a prefeita Belezinha, buscando alguém que se disponha presidir a agremiação e deve marcar uma nova reunião nos próximos dias.  



Do Blog do Alexandre.

Deputado Paulo Neto diz que secretarias dificultam a liberação de emendas aos municípios


O deputado Paulo Neto (PSDC) registrou na sessão da quinta-feira (28) a dificuldade que os prefeitos do Maranhão estão encontrando para conseguirem, junto às secretarias estaduais, a liberação do pagamento das emendas parlamentares destinadas às prefeituras.
Segundo o deputado, algumas secretarias, a exemplo da Agricultura, Esportes, Cultura, Cidades e a de Desenvolvimento Social estão aumentando o checklist (lista de itens a serem checados), para dificultar a liberação das emendas aos municípios.
“As secretarias estão fazendo o checklist com muita buracracia. Estão aumentando os itens para dificultar que as nossas emendas cheguem aos municípios. O prefeito tem que sair lá do interior já sabendo o que ele precisa para chegar aqui e celebrar um convênio com o estado. Em cada secretaria que ele chega se depara com uma grande burocracia. Cada secretário faz o que quer”, afirmou Paulo Neto.
Em aparte, o deputado estadual Eduardo Braide (PMN), disse que desde a legislatura passada se preocupa com essa questão. Ele afirmou que vai solicitar à secretária da Mesa Diretora da Assembleia o projeto de lei, de autoria do ex-deputado Hélio Soares, que dispõe sobre a padronização da questão dos convênios com o governo do Estado, ou seja, seria um checklist único para todas as secretarias, a exemplo do que já acontece no governo federal.
“Isso é um óbice desnecessário, uma vez que realmente tem que constar no checklist aquilo que existe na legislação federal, que são as certidões e a documentação necessária. Agora, a documentação tem que ser única para conveniar com o Estado. Aquilo que for exigido em uma secretaria é o que deve ser exigido na outra”, enfatizou Eduardo Braide.
Pelo visto as reclamações não param no Governo Flávio Dino.

Do Blog do Jorge Aragão.

Acidente! Caçamba colide na lateral de outro veículo no Centro de Chapadinha.


Por: Blog do Foguinho, 29 de maio de 2015.

Na manhã desta sexta-feira, 29, aconteceu mais um acidente no cruzamento da Rua Gustavo Barbosa com a Travessa 15 de Novembro.

Uma caçamba seguia atrás de um HB20, ambos no mesmo sentido, na Rua Gustavo Barbosa, quando o HB20 tentou fazer a curva do Boi Gordo entrando para a Travessa 15 de Novembro, a caçamba entrou no mesmo sentido e colidiu na lateral do HB20, que rodou no asfalto.

O veículo HB20 ficou com a lateral totalmente destruída com o impacto, mas a motorista saiu ilesa, apenas muito nervosa com o susto.

A Guarda Municipal esteve no local e ouviu os envolvidos no acidente.






Caos em Brejo: Professores iniciam greve, em repúdio ao descaso do prefeito Omar com a classe


Desde o último dia 21 de maio os professores do município de Brejo estão em greve. Eles reivindicam melhores condições de trabalho e respeito do gestor municipal no cumprimento dos direitos da categoria.


Na última segunda-feira (25/5), o Ministério Público Estadual (MPE) realizou uma audiência entre gestor municipal e o sindicato dos Professores, porém não houve nenhum acordo entre as partes.


Diante do impasse, a promotora de Justiça recomendara ao município que ao menos pagasse a diferença das férias de 2014 ainda devida pela prefeitura. Esse débito, inclusive, já está sendo cobrado na Justiça pelo Sindicato dos Profissionais da Educação do Município de Brejo (SINPROEMB).


 O SINPROEMB reivindica ainda que a prefeitura pague o abono salarial dos professores, referente a 2014.  De acordo com a presidente do sindicato, Idenilde Monteiro, entrou nos cofres públicos da prefeitura de Brejo, de fevereiro a abril, cerca de 2,6 milhões de reais para ajuste do Fundeb de 2014.

CORREIO BURITIENSE analisou o montante do Fundeb repassado para a prefeitura em 2014 e 2015 (este até maio). Só no ano passado, conforme dados do Portal da Transparência, Brejo recebeu mais de 19 milhões de reais do Fundeb.
Clique para ampliar 
Neste ano, o município, que sonega o abono salarial e parte do terço de férias dos professores, já recebeu do Fundeb R$ 10.349.683,80 (dez milhões, trezentos e quarenta e nove mil, seiscentos e oitenta e três reais e oitenta centavos). 
Clique para ampliar 

Sem a disposição da prefeitura em negociar honestamente (inclusive sem insultos à categoria), os professores se reuniram em assembleia geral extraordinária e decidiram, unanimemente, pela continuidade da greve.

 Na sessão dessa sexta-feira (29), a Câmara de Vereadores pode instalar uma CPI para analisar o caso. Cinco vereadores já estariam comprometidos em assinar uma investigação. Os professores devem lotar a Casa legislativa para cobrar o apoio.

Suicídio em Anapurus; Em Mata Roma, assaltante morre com tiro na cabeça, durante tentativa de assalto

Sexta-Feira, 29 de maio de 2015


Anapurus.

Um homem conhecido como Janari de 40 anos, pai de cinco filhos residente no povoado Macacos município de Anapurus, tirou a própria vida com um tiro de garrucha, efetuado debaixo do queixo.


Assaltante morre durante tentativa de assalto, na zona Rural de Mata Roma

Uma tentativa de assalto acabou com a morte de um dos assaltantes, ainda não identificado. Segundo relatos, três elementos teriam tentado tomar a moto de um lavrador, na localidade Mata do Brigadeiro. Durante a ação, houve uma confusão e um dos bandidos acabou sendo alvejado com um tiro de espingarda.



Do Anapurus Conectado.
https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl