E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Michel Temer recebe Hildo Rocha e trata de questões maranhenses…

Hildo Rocha conversa com o presidente Temer: interlocutor pelo Maranhão
Hildo Rocha conversa com o presidente Temer: interlocutor pelo Maranhão

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) foi um dos primeiros parlamentares a se encontrar com o presidente Michel Temer, nesta quinta-feira, após a posse no Palácio do Planalto.

E o maranhense tratou de engatar os pleitos do Maranhão, como a duplicação da BR-135 e o programa Italuís, cuja ex-governadora Roseana Sarney deixou quase 90% concluído, mas parece não mais andar.

Hildo mostrou preocupação com o isolamento do Maranhão, após a “postura guerrilheira” do governador Flávio Dino contra o novo presidente.


Mas Temer garantiu que tem muitos interlocutores a tratar pelo Maranhão…

Prefeitura de Mata Roma realiza linda festa das mães no povoado Bonsucesso.


A Secretaria de Educação com o apoio da Prefeitura Municipal, continuam realizando as festividades em comemoração ao Dia das Mães.

Na manhã desta quinta-feira, 12, a festa foi realizada na Escola Benedito Correia, onde tiveram a presença da Secretária de Educação, Santana, da prefeita Carmem Neto, funcionários da escola e a comunidade.

A festa foi linda e harmoniosa, que contou com apresentações de músicas e danças apresentadas pelos alunos em homenagem as mamães. Além das apresentações, houve um sorteio de diversos prêmios.

A festa continuou no povoado Guadalupe na Escola Manoel Cardial.

Na sexta-feira, 13.

 Na sexta-feira as festividades acontecem no povoado Cidade Nova ( Escola Alfredo Duailibe) e no povoado Primeiros Campos ( Escola Apolônio Gomes).

Veja mais imagens. 

Fotos: Viviane.








Sessão polêmica marca a volta de Eduardo Braga e Nonato Baleco na base do governo, teve até porrada na galeria.


Por: Blog do Foguinho, 12 de maio de 2016.

A Sessão desta quinta-feira, 12, foi de muita agitação, tanto no plenário, quanto na galeria. O momento era de recepção dos novos governistas, que antes eram da oposição, os vereadores Eduardo Braga ( PT) e Nonato Baleco ( PDT).

Antes da sessão começar o clima era de tranquilidade, veja nas imagens.


Marcelo reafirma continuar na oposição.

O vareador Marcelo Meneses disse na tribuna que vai continuar na oposição e que está pronto para o embate e o diálogo político, mas se por acaso algum parlamentar tocar em seu lado pessoal ou familiar, aí o momento é de partir para o ataque mais violento e no mesmo tom ele vai dar a resposta.

O vereador Eduardo Braga se preparou para ir na Tribuna e neste momento um idoso começou a falar em tom alto na galeria, e este senhor teria sido chutado três vezes por um homem identificado por Osvaldo, esposo da vereadora Francisca Aguiar, disseram as testemunhas que estavam perto. O idoso que teria sido chutado, então partiu para cima de Osvaldo e lhe deferiu um soco no rosto. O momento esquentou e chegou a turma do deixa quieto e os ânimos acalmaram.

Veja o vídeo com o momento da discussão.



Na Tribuna, o vereador Marcelo Meneses disse que tinha uma turma que estava a mando do Secretário de Obras para tumultuar a sessão. Pelo lado de fora o vereador identificou os envolvidos.

Marcelo disse ainda que tem o nome de duas pessoas que teria levado esta turma para bagunçar a sessão e que vai tomar as providências.

Eduardo Braga não falou na tribuna e a presidente em exercício, Francisca Aguiar encerrou a sessão.

A próxima sessão segunda-feira, 16, promete ser agitada e com mais discursos que prometem ser de ataques e ofensas.

A Presidente da Câmara Marcia Gomes deve fortalecer a segurança da casa e evitar isto que aconteceu hoje.

Veja o vídeo com o momento da discussão.







Sarney Filho é o novo Ministro do Meio Ambiente

Sarney Filho (PV-MA) confirma convite para assumir Meio Ambiente
Um dos nomes cotados do governo Michel Temer (PMDB), o deputado federal Sarney Filho (PV-MA) deve assumir o Ministério de Meio Ambiente. Ele confirmou em entrevista à Rádio Mirante AM na manhã desta quinta-feira (12) que recebeu e aceitou o feito no convite no último domingo (8), após alguns dias de conversas com Temer, que assume o exercício da Presidência da República após aceito o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
“Recebi este convite já a algum tempo. Eu tinha sido sondado e o vice presidente, agora presidente interino, me ligou e disse que gostaria de contar com a minha colaboração no governo nesta área. Plantei a semente de tudo o que o Brasil está colhendo internacionalmente. Agora, é uma missão nossa, eu sei, que muita coisa vai ter que melhorar e eu aceitei esse desafio”, diz Sarney Filho, que foi ministro da mesma pasta entre janeiro de 1999 e março de 2002, no governo Fernando Henrique Cardoso.
A posição de antagonismo com o agronegócio e o aquecimento global, além da superpopulação mundial e a mudança do clima, sobretudo com efeitos na Amazônia brasileira, devem ser as principais pautas do Ministério do Meio Ambiente sob comando de Sarney Filho.
Sobre o novo governo, Sarney Filho afirma que em reunião com o então vice-presidente, Temer garantiu a manutenção dos avanços sociais do governo Dilma Rousseff. “Houve muita boataria. Ontem [quarta-feira], eu tive uma reunião com o presidente Michel Temer, e uma das coisas que ele garantiu foi os programas sociais. Ele me garantiu que esses avanços sociais não vão retroagir. Eu jamais aceitaria participar de um governo que não assegurasse esses avanços sociais duramente conquistados na Democracia brasileira”, defendeu.

Vida Política

O deputado Sarney Filho, de 58 anos, foi eleito deputado estadual pelo Maranhão pela primeira vez em 1978. Em 1982, se tornou deputado federal, cadeira que ocupou até 2002, quando foi convidado a chefiar o Ministério do Meio Ambiente no governo deFernando Henrique Cardoso. Sarney Filho comandou a pasta no período compreendido entre 1º de janeiro de 1999 e 5 de março de 2002.
O deputado federal é filho do ex-presidente da República, José Sarney.
Do G1

Dilma Rousseff é afastada do cargo por 180 dias

O Senado acaba de afastar Dilma Rousseff por 180 dias da presidência da República, dos 77 senadores, 55 votaram a favor do impeachment, apenas 22 foram contra.

O processo de impedimento definitivo começará  na tarde desta quinta-feira e será presidido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

 Dilma será comunicada oficialmente até o final da tarde de hoje. O vice Michel Temer (PMDB), 75, deve assumir seu lugar interinamente nesta quinta.
https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl