E-mail: blogdofoguinho@hotmail.com Fone: (098) 99147-3880

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Anapurus recebe quase 4 milhões e prefeita Vanderly não paga os servidores municipais.


Por: Blog do Foguinho, 01 de fevereiro de 2017.

Enquanto os servidores da prefeitura de Anapurus esperam a boa vontade da prefeita vanderly em pagar os funcionários públicos referente ao mês de janeiro, a imprensa aliada fica em silêncio total. 

De acordo com informações repassadas ao blog, os comerciantes já estão reclamando com a falta de dinheiro na cidade, que já começaram a detonar a atual gestão que promete pagar só no dia 10, um prazo muito distante.

Dinheiro nas contas.

A Prefeitura de Anapurus já recebeu em 2017 o valor de R$ 3.724.519,90, quase 4 milhões de reais que foram destinados aos cofres do governo.

Mais dinheiro no FUNDEB

A prefeitura de Anapurus já recebeu quase 4 milhões de reais de verbas federais, e somente hoje, 01 de fevereiro, foram creditados o valor de R$ 1.725.429,93 (Um milhão, setecentos e vinte e cinco mil, quatrocentos e vinte nove reais e noventa e três centavos); de complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

Emfim, Vanderly até o momento não pagou os funcionários e joga a culpa na antiga gestão, que não está mais à frente da administração. A atual prefeita tem que parar de olhar para o retrovisor e olhar par frente e pagar os servidores é o primeiro passo.

Paga o povo.

Veja os demonstrativos do Banco do Brasil que mostra o dinheiro nas contas.



CRISE FINANCEIRA! Prefeitura cancela carnaval em Santa Inês

Os foliões que residem no município de Santa Inês, a 250 km de São Luís, não poderão contar pelo o segundo consecutivo com a festa momesca na cidade. A decisão foi anunciada em uma entrevista coletiva convocada pela prefeita Vianey Bringel (PSDB).

Prefeita Vianey Bringel
Prefeita Vianey Bringel

Segundo a prefeita, Santa Inês está enfrentando uma crise financeira, o que está impossibilitando a realização do carnaval. “Infelizmente o município não tem condições financeiras para bancar um carnaval. Primeiramente podem até perguntar ou dizer ‘mas a senhora prometeu em campanha fazer as festas comemorativas do nosso município’, mas Santa Inês hoje deve dos Correios a Caema. Todos os setores aqui todo dia tem uma surpresa. É um convênio que é publicado fora da data, no mandato de outro gestor, no valor de 22 milhões. Não é brincadeira”, revelou.

Vianey Bringel afirmou também que está buscando meios para tirar o município da crise e acrescenta que espera poder programar uma festa no aniversário da cidade que será comemorado no próximo dia 14 de março.
“Eu vou ver se daqui até o dia 15 eu consigo limpar todas essas pautas devedoras como Correios, Caema, para vê se a gente consegue um convênio para o aniversário da cidade. Agora também o convênio é em base de 150 mil a 200 mil. Uma festa dessas com esse valor você não pode esperar nenhuma grande festa porque não dá”, disse a prefeita de Santa Inês.
Prejuízo no comércio
Com o carnaval cancelado, alguns setores já começam a sentir os reflexos. Como é o caso dos comerciantes que aproveitavam o período para aquecer o faturamento.
O lojista Cícero Batistas diz que sem a festa momesca, a expectativa a partir de agora no município é de que tenha uma queda significativa nas vendas.

“O carnaval é uma perspectiva que a gente tem de melhora. Só que infelizmente na cidade não vai ter já começa ruim. Aí vem março, vem abril tudo ruim. O carnaval na realidade vai nos fazer muita falta”, desabafou.

Mas nem todos os setores do comércio estão sendo afetados. Nas malharias, o cancelamento do carnaval não irá afetar tanto. É que algumas delas, que confeccionam abadas para mais de 30 municípios, o proprietário precisa até dobrar o número de funcionários para poder realizar as entregas.

Júnior Aguiar, gerente de uma malharia na cidade, diz que por contas das prévias de carnaval houve um aumento na produção. “Graças a Deus aqui em Santa Inês teve vários donos de blocos que estão fazendo essas prévias de carnaval em locais privativos e, inclusive, teve um agora que aconteceu domingo passado e fizeram todos aqui”, finalizou.




G1MA

Agora é oficial, obra do mercado vai ser concluída no governo Magno Bacelar.


Prefeito Magno Bacelar e o Secretário de Estado da Agricultura Márcio Honaiser.

Por: Blog do Foguinho, 01 de fevereiro de 2017.

Nos 30 primeiros dias de gestão, o prefeito Magno Bacelar já começa a mostrar os benefícios que Chapadinha vai ganhar com uma administração voltada para a população da cidade, e uma das conquistas é a conclusão da obra mercado público municipal, que agora é uma nova realidade.

O Governo do Estado, através da SAGRIMA ( Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca) publicou no Diário Oficial do Maranhão, o Extrato do Quinto Termo Aditivo, firmado com o prefeito Magno Bacelar, que vai garantir a conclusão da obra, com o repasse de R$ 498 mil reais.

O prefeito ainda não parou, e está buscando outros projetos e convênios que vai deixar a cidade de Chapadinha entre as mais importantes do estado.

Veja o Extrato divulgado pelo Governo do Maranhão.


Médico chapadinhense "Dr. Leandro Carneiro" conquista vaga em 1º lugar em Hospital Universitário em São Luis.

 

Leandro Pessoa Carneiro, médico, filho de Xavier Carneiro e Iolanda Carneiro, com muito êxito galgou uma vaga no Curso de Ortopedia e Traumatologia do Hospital Universitário “ Presidente Dutra” em São Luis.


Leandro, jovem chapadinhense, por ser um profissional dedicado e estudioso conquistou o 1º lugar concorrendo com 40 candidatos.

Veja a lista que mostra a classificação do jovem Leandro.



Hildo Rocha entrega equipamentos em Estreito e realiza ações na região Tocantina…

Deputado Hildo Rocha faz entrega das chaves da nova escavadeira ao município de Estreito

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB) e o prefeito Cícero Neco (PMDB) entregaram à população de Estreito uma Escavadeira Hidráulica de esteira, adquirida com recursos federais, originários do Ministério da Integração Nacional e dois veículos para as equipes do PSF. Além dos veículos, foram adquiridos equipamentos, móveis, utensílios e computadores para equipar cinco postos de saúde.
Os veículos e equipamentos das unidades de saúde foram adquiridos com recursos provenientes do Ministério da Saúde, fruto de emenda do deputado Hildo Rocha.
Ainda em Estreito, Rocha visitou os serviços de urbanização da orla da cidade, obra que abrange 900 metros de extensão. Os recursos, no valor de R$ 1 milhão, que serão utilizados nos primeiros 600 metros, dos 900 do total da obra, foram assegurados pelo Ministério do Turismo, por meio também de emenda do deputado Hildo Rocha.
“O prefeito Cicin está promovendo uma revolução no município de Estreito. Tenho a honra e a satisfação de colaborar com essa exemplar administração. Hoje, tivemos a oportunidade de entregar máquinas; equipamentos hospitalares e veículos e vistoriamos mais uma obra marcante do governo municipal: a urbanização da orla da cidade, belíssimo projeto que irá se tornar o novo cartão-postal da cidade”, destacou o parlamentar.
Rocha lembrou ainda que já estão assegurados recursos, junto à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), para a construção de dois sistemas de abastecimento de água em povoados de Estreito.
Obras da orla de Estreito realizadas com recursos destinados pelo deputado federal Hildo Rocha
Pesca
O prefeito Cicin pediu ao deputado Hildo Rocha que o parlamentar lute para conseguir a liberação da pesca no lago da hidrelétrica.
“Precisamos sensibilizar as autoridades federais para essa questão. A liberação da atividade pesqueira irá impulsionar o funcionamento do frigorifico de pescado e, consequentemente irá contribuir para a melhoria da economia do município”, argumentou Cicin.
Ainda no fim de semana, Hildo Rocha participou de encontros com prefeitos, vereadores, secretários municipais e lideranças dos municípios de Açailândia; Campestre; Carolina; Imperatriz; Itinga e Porto Franco. O deputado estadual Leo Cunha (PSC) também participou das atividades ao lado do deputado Hildo Rocha, prefeitos e lideranças da região.
Visita as obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento de Porto Franco
Porto Franco
Em Porto Franco Hildo Rocha visitou as obras da construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA); o matadouro municipal e uma creche, obras financiadas com recursos federais que estão paralisadas precisando de liberações de recursos para a conclusão.
O prefeito Nelson Horácio (PSD) apresentou ao deputado um breve relatório acerca das condições administrativas do município e destacou que a saúde é um dos maiores problemas que a nova administração irá enfrentar.
Desafios
O prefeito destacou ainda que por ser polo regional, Porto Franco, recebe uma grande demanda de pacientes de municípios vizinhos, mas não dispõe de condições para atender com a qualidade necessária.
Deputado Hildo Rocha com prefeito Cícero Neco e demais lideranças em visita as obras da orla de Estreito
O hospital é muito antigo; boa parte encontra-se fora dos padrões exigidos para edificações hospitalares.
“O prefeito, a vice, Ivana da Farmácia, assim como os vereadores da base do prefeito Nelson solicitaram a nossa ajuda, para que se possa solucionar os graves problemas existentes em Porto Franco, e nós iremos lutar por isso”,afirmou Hildo Rocha.
Recursos
O parlamentar é o autor da emenda que assegurou ao estado do Maranhão acréscimo de R$ 80 milhões de reais para o atendimento de Média e Alta Complexidade na rede pública maranhense.
De acordo com o deputado, graças a esse reforço de caixa alguns municípios conseguiram aumentar o teto financeiro da Média e Alta Complexidade (MAC) da saúde e o governo do Estado, com parte desses recursos, mantém o custeio dos hospitais macrorregionais.
Ainda durante as visitas às unidades de saúde de Porto Franco, Hildo Rocha ligou para o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, solicitando audiência para discutir a redefinição dos recursos federais que são repassados ao município de Porto Franco.
https://www.facebook.com/pages/Blog-do-Foguinho/217621605048826?ref=hl